Return

Parque da Cidade é palco e protagonista da próxima sessão de «Um Objeto e seus Discursos»

7.Parque da Cidade_1

O Museu e Bibliotecas do Porto prossegue no sábado, 3 de junho, a celebração do Parque da Cidade: o ciclo «Um Objeto e seus Discursos» dedica uma sessão àquele que é o maior parque urbano do país, com a presença do arquiteto autor do projeto, Sidónio Pardal.

 

Em simultâneo com a exposição «Parque da Cidade: Composição da Paisagem», inaugurada no final de abril e patente no Gabinete do Tempo / Casa do Infante até 14 de janeiro de 2024, o Museu do Porto dedica esta sessão de «Um Objeto e seus Discursos» à reflexão sobre o “pulmão verde” da cidade.

 

O encontro, que vai decorrer no próprio Parque da Cidade, lançará uma nova perspetiva sobre este que é o maior parque urbano do país, obra de arquitetura paisagista com assinatura de Sidónio Pardal, e espaço de lazer, de fruição e de contacto com a natureza para várias gerações.

 

Nos quase 90 hectares do Parque da Cidade, o visitante é convidado a mergulhar numa natureza sofisticadamente arquitetada, com os seus lagos, trilhos e vegetação densa – sem esquecer a ligação com a frente atlântica, característica ímpar a nível mundial.

 

A sessão “O Parque da Cidade: natureza arquitetada” realiza-se no sábado, 3 de junho, às 18h00, e contará com a participação do urbanista, arquiteto paisagista e engenheiro agrónomo Sidónio Pardal, e do geógrafo e investigador do Centro de Estudos de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto Álvaro Domingues.

 

O vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, Filipe Araújo, responsável pelo pelouro do Ambiente e Transição Climática, fará a apresentação.

 

A participação é gratuita, sujeita a inscrição prévia. Consulte mais informações aqui.