Voltar

DIM 2024 — TERTÚLIA — MUITOS DEDOS DE CONVERSA

MUSEU GUERRA JUNQUEIRO

Muito se fala na crise dos modelos de educação na sociedade contemporânea e de como as instituições culturais, nomeadamente os museus, podem apresentar-se como espaços que não só repensam os modelos da relação de aprendizagem como oferecem experiências alternativas, complementares, potenciadoras do exercício de uma cidadania plena e alargada. Mas poderão mesmo os museus fazer isto? Como? E como se conjuga este desejo com as missões de conservação patrimonial? As perguntas são muitas e queremos promover encontros, sentarmo-nos e juntos darmos muito mais do que dois dedos de conversa.

 

 

António Ribeiro é brasileiro, natural da cidade de São Paulo. Músico amador, trabalha com questões sociais há mais de 20 anos, tendo iniciado a sua trajetória profissional ainda na licenciatura de Psicologia como pesquisador social comunitário em regiões de vulnerabilidade. Atuou ainda como psicólogo social, técnico em planeamento e gestão de projetos, facilitador de processos coletivos e técnico-consultor com diferentes organizações. Fundou o Coletivo UTTULab de ações urbanas e colaborou com diversas ações no âmbito cultural, como o programa municipal de formação de agentes de cultura em 2021. Hoje, é sócio-consultor da Move (coletivo brasileiro focado em planeamento e avaliação de impacto), onde lidera há 12 anos projetos por todo o Brasil e parte da América Latina, com ênfase em cultura e meio ambiente. É investigador no doutoramento de Estudos Culturais da Universidade do Minho e atua como mediador social e técnico de apoio à gestão no projeto Sibila Bilíngue, do Museu do Porto.

 

Investigadora, educadora e curadora, Denise Pollini vive entre o Porto e Antuérpia. Foi coordenadora do Serviço Educativo do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, entre 2015 e 2021, e do Setor Educativo do Museu de Arte Brasileira (São Paulo), entre 1999 e 2015. Em 2023 realizou a curadoria da Conferência internacional: “Comum: Pela Política e Estética da Partilha”, realizada em São Paulo, Brasil. Atualmente desenvolve o seu PhD na Universidade da Antuérpia sob o tema: «The Commons and Museums: the Commons as a Pathway to a New Institutional Dynamic». Desde 2022 integra o Centro de Investigação «Culture Commons Quest Office» (CCQO) em Antuérpia. É bolsista da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), em Portugal.

 

Joana Félix nasceu em Vila Nova de Gaia, em 1969. É licenciada em Desporto e Educação Física e Mestre em Ciência do Desporto, pela Universidade do Porto. É doutorada em Ciência do Desporto, com uma dissertação sobre Escola Cultural. Ao longo dos anos fez diversa formação complementar nas áreas da Dança e do Teatro. É docente da Escola Pública desde 1991, lecionando Educação Física, Dança e Teatro. Lecionou na Universidade da Maia entre 2002 e 2012. É formadora acreditada da Formação Contínua de Professores. Em setembro de 2021 passou a integrar a equipa do Plano Nacional das Artes, onde desempenha a função de coordenação intermunicipal na Área Metropolitana do Porto.

 

Consultora em Gestão e Comunicação Cultural, Maria Vlachou é Membro fundador e Diretora Executiva da associação Acesso Cultura e autora dos livros Musing on Culture: Management, Communications and our Relationship with People (Ed. Bypass, 2010) e O que temos a ver com isto? O papel político das organizações culturais (Ed. Tigre de Papel e Buala, 2022). Foi Diretora de Comunicação do São Luiz Teatro Municipal (2006-2012) e Responsável de Comunicação do Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva (2001-2006). Foi ainda Membro dos corpos gerentes do ICOM Portugal (2005-2014) e consultora do Museu Arpad Szenes – Vieira da Silva e da Comissão Cultural da Marinha. Colaborou com os programas «Descobrir e Próximo Futuro» da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

 

ENTRADA

Entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço. Limitado a 50 participantes

CONTACTO

(+351) 222 053 644

ENDEREÇO

Rua de D. Hugo, 32, 4050-305 Porto
Direções

AUTOCARRO

22, 207, 303, 400, 904, 905, ZH, 202, 207, 303, 400, 500, 900, 901, 904, 905, 906, ZH

METRO

S. Bento
Funicular: Batalha

ESTACIONAMENTO

Dom João I